Eu não sou a Cinderela

15 12 2010

Vou falar aqui de uma estória que pode ter alguns equívocos, mas de antemão já peço desculpas pois nunca soube assim, como eram exatamente todas as estórias infantis. Na verdade eu até li algumas, mas são tantas pricesinhas e contos de fadas que eu realmente acabo me confundindo.

O apelido de Barbie eu ganhei em um dos locais que trabalhei. Uma grande amiga me apelidou de Barbie por dois motivos, primeiro porque sabe que amo a cor rosa e tudo meu era rosa, e o outro motivo porque Barbie significa Bárbara em inglês…

… mas deixando minha história de Barbie de lado, vamos falar da Cinderela, já que a Barbie tem o Ken como companheiro.

Pelo que me lembro, a estória da Cinderela é de uma empregada qual toma uma porção mágica e vira uma bela burguesinha, arrumadinha arrumadinha que se candidata ao cargo de princesa. Mas o efeito da porção dura até meia noite, quando a carruagem dela vira uma tremenda abóbora e ela volta a ter a aparência de empregada de antes… é isso? Acertei?

Aí, durante a corrida para a bela carruagem, a tal empregada perde o tal sapatinho de cristal, deixando o príncipe louco da vida pra saber quem era a tal princesa… acho que é mais ou menos essa a história…

… o bem da verdade é que eu descobri que eu realmente não sou a Cinderela e que o lugar de princesa não é o meu… o sapatinho de cristal (que deve ser de número 35/36) jamais caberia no meu pé. O meu cabelo também não é tão liso quanto o dela e também não sou tão magra assim. Descobri ainda que o mais perto que eu posso estar de meu príncipe em seu castelo, seria atrás da porta, observando de longe seu casamento com a dona do sapatinho de cristal. E detalhe… quietinha, caladinha, na moita para não ser descoberta pela princesa, porque esta, mesmo ocupando o mais alto posto do castelo, ainda se sente ameaçada por mim… que quase nunca saí de trás da porta.

Existem Barbie’s de várias profissões, tem a Barbie médica, a advogada, a veterinária, a enfermeira, a dondoca, mas a Barbie é independente, lutadora e guerreira. Ela está sempre com o sorriso no rosto. Sim, a Barbie é da estrela e é em busca do brilho da estrela que eu vou. Da estrela da felicidade!!!

 

… é meus caros leitores, o príncipe parece que continuará encantado e a Barbie continuará com o Ken… o príncipe fará sua princesa feliz, e a Barbie? Não sei…

… mas no final: TODOS SERÃO FELIZES PARA SEMPRE!

Anúncios

Ações

Information

One response

16 12 2010
Ebrael Shaddai

Bem, não existe pra mim felicidade permanente, “pra sempre”. Felicidade não é a paz, mas a busca por ela. A felicidade está em se por a caminho. Saber onde se quer chegar é indispensável.
Já que você vê por esse lado, que ir em busca da estrela é se afastar da estrela ainda mais do que parece estar, acho que você então perderia a estrela de vista, considerando que você diz desejá-la…
Sim, acho que você não é a Cinderela…não mesmo! Não do jeito que você a definiu ou definiu a situação atual dela!
Ainda acho que você não percebeu quem é quem nessa HIStória!
Bjs!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: