Realidade nua e crua.

17 12 2013

Uma vez, em um passado próximo, uma pessoa que tenho um sentimento muito forte disse-me: – “ODEIO OS CRIATIVOS”! No momento em que disse isso ela estava, como a mesma denominou: virada! Suas palavras mordazes me causaram uma dor enorme, porém a dor foi superada pelo quão eu gosto dela.

Essas palavras foram inesquecíveis, mas hoje me fazem refletir que elas estavam certas. Não há necessidade de ser criativo. A vida é como é!

Se aceitar a dor é menor.

A esperança é a magia da vida. Ou seja, ilusão! É aquilo que nos faz acreditar que tudo pode ser diferente, que as coisas mudam e que o destino somos nós que preparamos. Mentira! Balela pura!

Tem o feio e o bonito, o alto e o baixo, o magro e o gordo, o chato e o legal, o cheiroso e o fedido, o rico e o pobre, o educado e o mal-educado, o delicado e o ogro, o feliz e o triste e assim vai.

Isso quer dizer que não adianta SER CRIATIVO e achar que você pode conseguir tudo o que quer. Tem coisas que conseguimos com um pouco mais de esforço, mas também tem aquilo que NÃO CONSEGUIREMOS!

A mesma pessoa que me disse que odeia os criativos também em indicou a Oração da Serenidade e nesta tem o trecho interessantíssimo que diz: “Concedei-nos, Senhor, A Serenidade necessária para aceitar as coisas que não podemos modificar, Coragem para modificar aquelas que podemos e Sabedoria para distinguir umas das outras.”

Traduz-se então que não adianta ser criativo e tentar modificar aquilo que não dá para modificar. Portanto, sendo a FELICIDADE uma coisa muito séria, nem pense em consegui-la na marra. Deus não te permitiria isso!

Se você passou a sua vida inteira com problemas e se achando infeliz, pra quê acreditar que o futuro te reserva a felicidade? Aliás, o que é felicidade? Refletir sobre isso requer tempo. Pare de acreditar que tem algum lugar na “Cidadezinha da Felicidade” te esperando, porque se esse lugar realmente existir, o metro quadrado é impagável.

Cheguei a conclusão de que pra mudarmos algumas coisas, só morrendo e contando com a boa vontade divina de permitir o retorno para esse mundo louco, por enquanto só nos resta esperar o que já está certo de vir.

P.s.: o blog é meu e eu escrevo o que quero nesse momento. Pode ser que eu mude de ideia, mas HOJE é assim que penso. #protofalei








%d blogueiros gostam disto: